Arquivo

Xtra_core

euassassinoEste “post” indica as ligeiras mudanças neste eterno “work-in-progress” da Bedeteca Ideal. O que significa que são aqui anunciadas as novas entradas, títulos que são substituídos ou subtraídos.

Esta é a única forma de detectar num sistema de listagem e de lógica de blogue. Visitem-nos regularmente…

Substituição de assassinos na categoria dos Policiais: Eu, Assassino dos espanhóis António Altarriba (também ele presente aqui na Bedeteca Ideal com A Arte de voar) e o fantástico Keko!

Anúncios

Uma limpeza nas estantes virtuais! Concentramo-nos mais na edição nacional (rara cheia de pérolas) e nos autores portugueses (idem idem aspas aspas).

títulos por idades

>6 anos – 10 títulos

>8 – 15

>10 – 25

>12 – 48

>14 – 161

>16 – 69

>18 – 5

…….

Títulos por categorias

Categoria Aventura – 35 títulos

Erótico – 10

Fantástico – 20

Ficção Científica – 20

História – 40

Humor – 35

Novas Tendências – 30

Obras de Referência – 45

Policial & Espionagem – 25

Romance Gráfico – 45

Super-heróis – 20

Western – 10

334 títulos total

Autor(es) João Paulo Paiva BOLÉO; Carlos Bandeira PINHEIRO

Editora Bedeteca de Lisboa

Ano de Publicação 2000

Número de Páginas 255 p.

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Das Conferências do Casino à Filosofia de Ponta é fruto de anos de investigação de João Paulo Paiva Boléo e Carlos Bandeiras Pinheiro, apurados em artigos e exposições, nos últimos anos e por duas vezes na Fundação Calouste Gulbenkian, ou no Verão passado Bruxelas, no Centre Belge de la Bande Dessinée, em co-organização com a Bedeteca de Lisboa. Foi a primeira vez que a bd portuguesa se mostrou com tão grande amplitude, para estrangeiro ver e confirmar o lugar da narrativa gráfica nacional na história europeia. Estas mais de 250 páginas, que têm edição também francês, ambas graficamente assinadas pelo Jorge Silva, são a melhor, mais completa e mais bela síntese feita até hoje. Já não se limita a enumerar nomes e obras, de meados do século XIX até aos anos 90 do século XX, antes os arruma em correntes e temáticas, procurando reflectir sobre estilos e conteúdos, notando a cada instante o relacionamento dos nossos autores com o seu tempo. Profusamente ilustrado. Nada que se deva estranhar. Entendamos ou não a bd como arte, olhemos ou não para estes nomes como artistas, um país e um povo, com as suas cidades e figuras, comportamentos e ideias, grandezas e misérias que sai no retrato. © João Paulo Cotrim

Informação Bibliográfica versão em francês: Portugal en Bulles (Bedeteca de Lisboa, 2000)

GH Oesterheld e A Breccia - Mort CinderAutor(es) Héctor OESTERHELD, argumento; Alberto BRECCIA, desenho

Editora Levoir

Número de Páginas 232p

Impressão Preto e Branco

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Mort Cinder, o vagabundo do tempo, vem assombrar o pacato quotidiano de Ezra Winston. Ao mesmo tempo, prepara-se uma terrível maquinação que ameaça toda a humanidade. Ezra, o pequeno antiquário, e Mort, o herói de mil combates, têm de lutar juntos para vencer o mal absoluto.
Mort Cinder é unanimemente considerado uma obra-prima da banda desenhada mundial, série criada por dois mestres argentinos da bd: Breccia (1919-1993) e Oesterheld (1919-1977), este último foi um dos muitos “desaparecidos” vítimas do golpe militar que aconteceu na Argentina nos meados dos anos 70. Como maior parte das obras de Breccia, a acção ocorre em ambientes de regimes opressivos, e também com influências de Edgar A. Poe e H.P. Lovecraft.

sandman_4_capaAutor(es) Neil GAIMAN, argumento; Sam KIETH, desenho [et al]

Editora Levoir

Número de Volumes 11 volumes

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Tendo por base uma reinvenção das mitologias clássicas, Neil Gaiman conta histórias de personagens frágeis histórias essas em que Morpheus (o deus grego dos sonhos) é o personagem central. Capturado em 1916 por um grupo ocultista e feito prisioneiro durante mais de 70 anos, ele escapa em 1988. As consequências da sua prisão irão ser determinantes para o curso da história em que o ambiente é gótico e o tom é poético.

Informação Bibliográfica Devir, 3 volumes (ed. esgotada)

trincheirasAutor(es) Jacques TARDI

Editora Levoir

Ano de Publicação 2015

Número de Páginas 144 p.

Impressão Preto e Branco

Faixa Etária Recomendável A partir dos 16 anos

Comentário Esta é a obra-prima de Tardi (1946; França) onde está mais do que realizada a sua obsessão pela Primeira Guerra Mundial. O título revela o que se encontrará no interior: foi a Guerra das Trincheiras, um verdadeiro massacre que avassalou a Europa e que sempre preencheu os sonhos de Tardi, quando criança, via as histórias da sua avó. Com a ajuda de um “conselheiro” especialista sobre 1914/18, Tardi obriga-nos a mergulhar numa guerra que traumatizou uma geração inteira.

A edição portuguesa é acrescentada com desenhos e esboços do autor.

Autor(es) A. H. de Oliveira MARQUES, argumento; Filipe ABRANCHES, desenho

Editora Assírio & Alvim ; Câmara Municipal de Lisboa

Número de Volumes 2 volumes

Impressão Duas Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 16 anos

Comentário Obra excepcional que relata pequenos pormenores com grande significado da História de Lisboa (e de Portugal) desde os primórdios romanos até ao 25 de Abril em que o traço inovador de Filipe Abranches se cruza com o rigor científico de Oliveira Marques.
Esta obra já teve direito a edição francesa e italiana.