Arquivo

Monthly Archives: Fevereiro 2012

Autor(es) Santi VALDÉS

Editora Glénat España

Ano de Publicação 1998

Número de Páginas 144 p.

Impressão Preto e Branco

Faixa Etária Recomendável A partir dos 16 anos

Comentário Ensaio sobre a homossexualidade na banda desenhada. O autor além de fazer um retrato histórico, desde de Tom of Finland até à recente indústria pornográfica, e aproveita para atacar algumas séries clássicas (conservadoras ou tradicionais) com algumas divertidas análises provocadoras.

Anúncios

Autor(es) Amano MASANO

Editora Taschen

Ano de Publicação 2004

Número de Páginas 549 p.

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário O Manga (bd japonesa) ultrapassou as fronteiras do Japão e foi acolhido no mundo ocidental, onde tem influenciado artistas de bd, publicitários, cineastas e outros profissionais. Este guia trilingue (incluindo o português) contém informações detalhadas sobre o fenômeno Manga e seus artistas mais influentes. O CD-ROM inclui entrevistas, uma visita a uma livraria de Mangas em Tóquio e 900 capas de livros.

Informação Bibliográfica Acompanhado por CD-Rom

Autor(es) Carlos Bandeiras PINHEIRO

Editora Aventura Gráfica

Ano de Publicação 1999

Número de Páginas 68 p.

Impressão Preto e Branco

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Trabalho de pesquisa bibliográfica de Carlos Bandeiras Pinheiro sobre as bandas desenhadas de autores portugueses publicadas numa das mais importantes revistas de bd portuguesa que existiu entre 1949-1987.

Autor(es) Hugo PRATT; Dominique PETITFAUX

Editora Relógio D’Água

Ano de Publicação 2005

Número de Páginas 300 p.

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Hugo Pratt, o homem que criou a lenda de Corto Maltese, tornou-se ele próprio uma lenda. Livro profusamente ilustrado e publicado poucos anos antes da sua morte, e que explora os mistérios da sua vida.
Descendente de uma mistura de franco-ingleses, judeu-espanhóis e turcos, Hugo Pratt nasceu em Junho de 1927, nos arredores de Rimini, Itália, e passou a maior parte da infância em Veneza. Despertou para a sua vocação na Etiópia, onde descobriu o amor, aprendeu a desenhar e a detestar o colonialismo. Mergulhou na Veneza libertada do fascismo, embarcou para Buenos Aires, partilhou o tempo entre a bd, as viagens e os amigos. Perito na cabala, iniciado no vodu, conhecedor de várias línguas e coleccionador de milhares de livros, Pratt surge-nos neste livro como um personagem inesperado.
Pratt morreu a 20 de Agosto de 1995, na sua casa da Suíça, com vista para o lago Léman, tendo por companhia Patricia Zanotti e a sua biblioteca. O serviço religioso foi acompanhado por temas de jazz do seu amigo Dizzy Gillespie e o padre leu passagens de “O Desejo de Ser Inútil”.
No ano em que se comemoram 10 anos sobre a sua morte, dedica-se este álbum ao criador de Corto Maltese. Uma biografia sob a forma de entrevista.

Autor(es) Cottinelli TELMO, bd; Carlos Bandeiras PINHEIRO, organização; João Paulo Paiva BOLÉO, organização

Editora BaleiAzul ; Bedeteca de Lisboa

Ano de Publicação 1999

Número de Páginas 171 p.

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 12 anos

Comentário Livro que retrata a vida e obra de João Ângelo Cottinelli Telmo (1897-1948), um dos mais importantes arquitectos portugueses. Extremamente versátil foi escritor, ensaista, ilustrador, desenhador, cartoonista, decorador, etc…, e foi um dos principais impulsionadores do jornalismo infanto-juvenil. O livro inclui estudos sobre o autor e a reedição dos seus trabalhos dos anos 20.

Informação Bibliográfica Inclui o suplemento “História do chocolate S.I.C.”

Autor(es) António Dias de DEUS; Leonardo de SÁ; João Paulo COTRIM

Editora Bedeteca de Lisboa

Ano de Publicação 1998

Número de Páginas 136 p.

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 14 anos

Comentário Catálogo de exposição patente na Bedeteca de Lisboa entre Dezembro de 1998 e Janeiro de 1999. Inclui textos vários (incluindo sobre as origens do cinema de animação em Portugal – uma vez que Sérgio Luiz com o seu Boneco Rebelde foi um dos pioneiros), uma Quadriculografia completa dos autores, para além da reprodução de originais, esboços e um flip-book (do filme de animação de Sérgio Luiz).