O homem à janela

Autor(es) Lilia AMBROSI, argumento; Lorenzo MATTOTTI, desenho

Editora Fenda

Ano de Publicação 1998

Número de Páginas 166 p.

Impressão Preto e Branco

Faixa Etária Recomendável A partir dos 16 anos

Comentário Um livro que reflecte sobre a criação e a viagem usando para tanto uma original “linha frágil” pelo italiano, naturalizado francês, Lorenzo Mattotti, um dos autores mais importantes da bd europeia.

«(…) é um livro profundamente apolíneo que nos transporta à fenda fenomenológica e ôntica que existe entre nós e os outros bem como à eterna luta entre o que fica e o que flui, entre a ordem e o caos. A personagem principal é um escultor cuja técnica preferida é a assemblage. As esculturas do “artista à janela” são uma metáfora da tentativa mais ou menos desesperada em nos religarmos ao que existe fora de nós. Encontrando-se numa fase de transição entre duas paixões (…) o escultor tenta reunir, num esforço antecipadamente votado ao fracasso, os pedaços da sua vida afectiva. (…) Tudo se passa como se as próprias linhas fossem, elas próprias, fracturas na pureza do branco (…) criando tensões constantes. (…)
O texto de Lilia Ambrosi é poético ao ponto de tornar as personagens inverosímeis. Todos têm a mesma voz e os apartes nas legendas são demasiado autoconscientes do seu estatuto como prosa poética. (…).» ©  Domingos Isabelinho

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: