Blueberry

Autor(es) Jean-Michel CHARLIER, argumento; Jean GIRAUD, desenho

Editora Meribérica/Liber

Número de Volumes 24 volumes

Impressão Quatro Cores

Faixa Etária Recomendável A partir dos 12 anos

Comentário (…) Mike Steve Donovan começou a cavalgar nas páginas da revista “Pilote”. Este era o nome civil (…) de um tal Tenente Blueberry, na altura ainda sem direito a figurar no título da série, genericamente designada “Fort Navajo”, que é, possivelmente, o mais conseguido western da história da bd.
(…) Jean-Michal Charlier, na sequência de uma viagem aos Estados Unidos, descobriu o oeste americano e a sua História. Daí à ideia de criar uma bd neste universo foi um passo. Propôs a Jijé desenhá-la, mas este optou por lhe recomendar um dos seus assistentes, um tal Jean Giraud… que se tornaria num dos mais emblemáticos autores de bd, assinando com o seu nome ou como Moebius.
O que distingue Blueberry de tantas outras histórias de cowboys? Os bem trabalhados argumentos, consistentes e com uma boa dose de veracidade devido à sua base histórica, o ritmo alucinante a que a acção se desenrola, trepidante e plena de volta-faces inesperados e, claro, o traço de um desenhador (muito) acima da média. E o herói, psicologicamente bem definido, mais próximo dos índios que devia combater do que dos brancos que devia ajudar, quezilento e indisciplinado quanto baste, mas incapaz de pactuar com a mentira e a injustiça.
A série, que conta 27 títulos, passou também pelas páginas do “Tintin” e da “Metal Hurlant”. Em 1989, após a morte de Charlier, Giraud assumiu sozinho a sua autoria e, se as histórias não perderam qualidade, perdeu-se o seu ritmo frenético, em prol de argumentos mais minuciosos e mais trabalhados ao nível da tensão dramática.
(…) Blueberry evoluiu paralelamente em outros dois ciclos: “A juventude de Blueberry”, criada em 1968, em histórias curtas para a versão de bolso da revista Pilote, e retomada já nos anos 80, por Charlier e Colin Wilson, sendo os seus actuais responsáveis François Corteggianni (argumento) e Michel Blanc-Dumont (desenho); e “Marshall Blueberry“, nos anos 90, escrito por Giraud e desenhado por William Vance, primeiro, e, Michael Rouge, actualmente. © Pedro Cleto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: